segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Pastores versus Lobos – A azeda realidade dos nossos dias.


Pastores e lobos tem algo em comum: ambos se interessam por ovelhas, gostam e vivem perto delas. Assim, muitas vezes, pastores e lobos nos deixam confusos ao tentarmos saber quem é quem. Isso porque os lobos desenvolveram uma astuta técnica para se disfarçarem de ovelhas interessadas no cuidado de outras ovelhas. Parecem ovelhas, mas são lobos. No entanto, não é difícil distinguir entre pastores e lobos. O discernimento não é um expediente passivo como dom dado a poucos indivíduos, mas é importante arma de defesa que deve ser exercitada.

Observe estes comparativos, e tire suas próprias conclusões....

Pastores buscam o bem das ovelhas. Lobos buscam os bens das ovelhas. Pastores gostam de convívios. Lobos gostam de reuniões. Pastores vivem à sombra da cruz. Lobos vivem sob os holofotes Pastores choram por suas ovelhas. Lobos fazem suas ovelhas chorar. Pastores possuem autoridade espiritual. Lobos são autoritários e dominadores. Pastores têm esposas. Lobos têm coadjuvantes Pastores tem fraquezas. Lobos são poderosos Pastores olham nos olhos. Lobos contam cabeças. Pastores apaziguam as ovelhas. Lobos as intrigam. Pastores possuem senso de humor. Lobos se levam a sério. Pastores são ensináveis. Lobos são donos da verdade. Pastores colecionam amigos. Lobos possuem admiradores. Pastores se extasiam com o ministério. Lobos aplicam técnicas religiosas. Pastores se relacionam com outros pastores. Lobos competem entre si.Pastores são pastoreados por mentores. Lobos rejeitam o pastoreio de suas almas. Pastores vivem o que pregam e pregam o que vivem. 

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

A importância do evangelista no plano da salvação

A salvação é um processo que acontece quando a pessoa abre o coração ao Espírito Santo. Deus é sábio e só Ele está de uma ponta até outra deste momento de transformação da alma. O pregador é NADA! Sinto dó de quem se acha importante neste assunto da salvação e desdenha do próximo. Só Jesus é eficaz nesta matéria
.
"Pois, quem é Paulo, e quem é Apolo, senão ministros pelos quais crestes, e conforme o que o Senhor deu a cada um? Eu plantei, Apolo regou; mas Deus deu o crescimento. "Por isso, nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento. Ora, o que planta e o que rega são um; mas cada um receberá o seu galardão segundo o seu trabalho" 1 Coríntios 3.5-8.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Pr. Silas Malafais e MIKE Murdock pregam aliança financeira com Deus e pedem sementes de R$ 1.000,00



Quando me falaram que ele estaria de volta no início de janeiro, não acreditei e pensei: não deve ser verdade. Contudo, analisando que os brasileiros de um modo geral (e os crentes, claro) já gastaram o seu décimo-terceiro salário e que as igrejas sofrem com os meses que iniciam o ano, entendi a estratégia do Pastor Silas Malafaia em ressuscitar a figura do "arrecadador" Mike Murdock. Essa vida de tele-evangelista é muito difícil mesmo: ter que pedir dinheiro na TV deve ser constrangedor e trazer alguém de fora para pedir em seu nome deve ser vergonhoso. Não para o senhor Silas Malafaia. Na verdade parece um "ministério". Vejo neles uma habilidade sutil que supera a hipocrisia dos fariseus do tempo do Senhor Jesus.

Confesso que nunca tinha ouvido falar desse senhor até o Pastor Silas introduzi-lo no Brasil com o título de "o homem mais sábio da América". Acredito que o pastor carioca queria dizer "o homem mais esperto da América". Usando a Bíblia, mas, falsificando a Palavra, o profeta americano, escolhe textos que fala de prosperidade e, ao melhor estilo Morris Cerulo , convence os expectadores acerca de leis inexistentes na Bíblia, desrespeitando as regras mais básicas da hermenêutica bíblica e mexendo com os interesses daqueles que querem ficar ricos e nada têm de compromisso com o Reino de Deus, esse senhor, associado ao ministério da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, apareceu mais uma vez, a convite do presidente da igreja em questão, para ludibriar os crentes ignorantes e incautos. Conhecedor profundo do mundo do marketing, segurou entre as mãos e expôs, por diversas vezes, sua nova obra, que ele chama de enciclopédia. Chegou ao absurdo de dizer que devemos ensiná-lo aos nossos filhos e que esse livro era poderoso.