quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Deus quer cuidar de você.




Quero dizer a você meu irmão, que ainda que pareça que nada esta acontecendo, Deus esta vendo tudo o que esta se passando com você, e não quer te ver assim. Ainda que você pareça estar vivendo no deserto onde você se vê cercado de problemas aparentemente sem soluções, eu quero dizer a você que Deus tem um chamado para sua vida Ele tem um plano para ti. Não importa o que te aconteceu, não importa o que você fez, Deus quer cuidar de você.




Ele esta disposto a fazer uma grande obra na sua vida, é só você deixar. Deus só vai mudar sua vida se você quiser, se você assim desejar. Ele te convida a vim assim como estas, se estas cansado de viver uma vida sem sentido, uma vida sem graça, saiba que Deus quer cuidar de você, e o que Ele pode fazer é muito glorioso, Deus pode fazer obras tão maravilhosas em nossas vidas que a mente humana não é capaz de imaginar basta só você deixar.




Deus não só te convida como também capacita os escolhidos para fazer a sua obra. Meu amado irmão deixa Deus te guiar, não há nada melhor do que viver sob a direção de Deus, nada no mundo pode substituir a presença d’Ele nas nossas vidas, nada pode explicar o verdadeiro encontro com Deus, a verdadeira comunhão. Precisamos de Deus, apenas Ele pode suprir as nossas necessidades, apenas Ele conhece o nosso coração, Ele sabe o que é melhor, mesmo que pareça que nada está dando certo, mesmo que pareça que o que esta acontecendo não faz sentido, lembre-se de que tudo o que acontece além de ser permissão de Deus, o que quer que aconteça sempre será uma vantagem para você, mesmo que na hora você não compreenda você poderá vir a compreender mais tarde.




Se você deixar Deus cuidar de você, sua vida vai mudar, e na sua vida vão acontecer coisas as quais você nunca imaginou, porque Deus vai fazer muito mais do que você pede, muito mais do que você sonha e muito mais do que você imagina, acredite, quando você entrega completamente a sua vida aos cuidados do senhor sua vida muda radicalmente, você se difere do mundo, sua vida passa a ter sentido, você passa a ter uma nova vida, um novo caminho a seguir, uma nova direção. Mesmo que seja difícil a caminhada, creia em Deus, a fé vai te dar asas para alcançar e conquistar o impossível. Deus esta na sua frente, esta perto de você, e não quer te ver derrotado, Deus quer te ajudar, te fazer feliz e bem-sucedido.




Creia n’Ele, pois Ele tem grande obras para fazer na sua vida, acredite.




Hoje ele esta a te chamar e quer te capacitar, Ouça o seu chamado, não perca tempo. Deus quer cuidar da sua vida e fazer uma verdadeira mudança, Deus tem coisas tremendas para fazer na sua vida, coisas sublimes as quais você nunca imaginou.




Não resista ao Seu chamado, não o rejeite!!!!




Abra o seu coração e entregue tudo a Ele, confia n’Ele, deixando Ele cuidar da sua vida como ninguém sua vida vai mudar, acredite, criea tão somente.




Graça e Paz!

Fundamentos de Fé




Muitas vezes quando passamos por algum tipo de problema e que achamos não termos como solucioná-lo, fatalmente recorremos a alguém para pedir ajuda, não é verdade???




Problemas todos nós passamos, e quando se trata de uma pessoa que tem como objetivo servir a Cristo, eles apenas fazem com esta pessoa se fundamente ainda mais nas escrituras e, percebam o quanto é dependente do Senhor Deus e Pai, diz a bíblia que, a misericórdia do Senhor é a razão de não sermos consumidos. Mas, para que possamos nos fundamentar nas palavras do Senhor, primeiramente é necessário ter fé naquilo em que estamos lendo ou ouvindo acerca das maravilhas que Deus fez durante todo este tempo. As escrituras relatam que a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos (Hb 11.1), mas como vamos ter certeza de uma coisa se nós não estamos vendo nada?




Mais uma vez encontramos resposta na bíblia quando ela diz que a salvação é pela fé e esta mesma fé é dom de Deus, ou seja, quando ainda estávamos mortos pelos nossos pecados e ofensas, Jesus já nos tínhamos feito assentar, juntamente com ele, nas regiões celestiais a destra de Deus Pai Todo-Poderoso. O que estamos querendo dizer é que quando aceitamos a Cristo como Senhor e Salvador de nossas vidas, estamos deixando o Espírito Santo de Deus fazer morada em nós, sabe por quê? Por que o senhor nos fez povo seu (Sl 100.3), então, chegamos à conclusão de que a fé é um presente de Deus.




Quando falamos de fé, imediatamente imaginamos que seja algo que vem da nossa mente, ou seja, da nossa razão, mas, não é isso que aprendemos quando nos aprofundamos nos ensinamentos contidos na bíblia, ela nos ensina que quando confessamos com a nossa boca que Jesus é o Senhor e cremos com o nosso CORAÇÃO que Deus o ressuscitou dentre os mortos seremos salvos, pois com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa para a salvação (Rm 10.9,10) então notamos, através desta passagem, que a fé vem do coração e não da mente limitada do homem. Esta mesma fé pode ocorrer em diferentes níveis, vamos mencionar o que ocorrera com o apóstolo Tomé, pois como sabemos, ele não estava com os discípulos quando da aparição de Jesus aos mesmos, pela primeira vez.




Tomé, talvez não acreditando na aparição do Mestre Jesus, disse que somente iria crer na versão dos seus amigos, se ele visse as marcas dos pregos nas mãos de Jesus e colocasse as suas mãos no lado onde havia sido cravado aquela lança, e o que aconteceu? Uma semana depois, estavam novamente reunidos os discípulos de Jesus e, desta vez Tomé estava com eles, quando o Mestre chegou (leia-se apareceu, pois, naquele momento, as portas estavam fechadas) e se pôs no meio deles, os cumprimentou e foi diretamente ao encontro de Tomé mandando que o mesmo colocasse o seu dedo no seu lado, olhasse para as sua mãos e disse: “pare de duvidar e creia”, Tomé tomado por um ímpeto de alegria exclamou: “Senhor meu e Deus meu!”, Jesus então, lhe fez uma pergunta: “Porque me viu, você creu? E continuou dizendo: “felizes os que não viram e creram”. Aí está a diferença, não precisamos ver para crer e sim crer para ver os sinais e maravilhas que o senhor tem preparado para o seu povo desde o princípio pois todas as bênçãos já foram emanadas dos céus pelo nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.




No capítulo três da carta de Paulo à igreja de Éfeso, a partir do versículo quatorze, vemos o apóstolo orando pelos santos daquela cidade. Concluímos que a fé vem sempre acompanhada do amor a Jesus pelos seus seguidores, ou seja, aqueles que estão arraigados e alicerçados em amor. Notamos que em sua oração, o apóstolo Paulo clamava para que Jesus Cristo habitasse no coração do crente por meio da fé para que este pudesse compreender a largura, o comprimento, a altura e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo que excede todo conhecimento, para que ele seja cheio de toda a plenitude de Deus, pois só Ele é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o seu poder que atua em nós, ou seja, a nossa fé. Interessante que quando falamos de fé, das coisas que não vemos, do poder de Deus, etc., quase sempre nos lembramos da cura do cego Bartimeu, diz a bíblia que além da sua deficiência visual, ele era um homem que mendigava, era uma pessoa discriminada pela sociedade, mas que apesar de tudo, creu em Deus e um milagre aconteceu em sua vida, ele não precisou ver para crer ele creu nos milagres que Jesus já havia feito, pois alguém o havia dito que o Mestre estava passando, e ele Bartimeu, começou a clamar o nome de Jesus nome esse que é sobre todo o nome, nome que cura, que salva, que santifica. Embora algumas pessoas o estivessem repreendendo, ele não se deixou levar pelas circunstâncias e gritava mais alto: “Jesus filho de Davi, tenha compaixão de mim”, não deixe as circunstâncias da vida te assolar, creia em Deus, creia que ele pode solucionar o seu problema, pois aquilo que impossível para você, é possível para Deus.




Que o Senhor nosso Deus possa continuar nos dando muita paz e tranqüilidade, que a cada dia Ele possa continuar nos dando sabedoria e entendimento da sua palavra, para que possamos dar continuidade a pregação do evangelho da salvação àqueles que ainda não o conhece, que possamos ser usados por Deus, para essa grande comissão deixada por Jesus Cristo, o filho do Deus vivo.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

A Vontade do Homem


“Quem do imundo tirará o puro? Ninguém!”- Jó 14:4


“Que é o homem para que te lembres dele?...”- Salmo 8:4


Tem sido ressaltado com muita freqüência em nossos dias que “a vontade do homem é o fator determinante para sua salvação”. Por vezes temos ouvido dizer, tendo sido um destes “auto-falantes” outrora, que o homem tem em suas mãos o poder de salvar-se, decidindo crer, ou perder-se, por se negar a crer.


Mudamos do “aceitar a Jesus” para o “aceitar a morte”. É verdade, houve certo progresso doutrinário onde se incluiu a nossa bendita morte no corpo de Cristo, morte esta para o pecado, conforme afirma a Palavra de Deus.


Mesmo assim, quem tem estado com o poder decisório nas mãos? Segundo a expressão citada, o homem seria o soberano com o cetro na mão, e Deus estaria ao longe, cabisbaixo, esperando na misericórdia do homem que poderia ou não se manifestar “deixando” Deus salvá-lo. Salvação esta que ele naturalmente não quer, mas que acabaria permitindo para não decepcionar o pobre e bem intencionado Cristo crucificado.


É como li dum livro de teologia: “... é o homem que elege (escolhe) a Deus como seu Deus... está exclusivamente nas mãos do homem o salvar-se ou perder-se...”. Nestas palavras ouvimos o eco vindo lá do jardim do Édem: “... como Deus serás...” (Gn. 3:5); eco das palavras do diabo, e não poucos as têm acolhido em seus malignos corações e vivem “adorando e servindo a criatura em lugar do Criador, que é bendito eternamente. Amém!” (Rm. 1:25).


Mais uma vez a história se repete e renasce o renascimento, que não é o lá do alto. O de outrora trazia como órgão oficial o ateísmo e o homem como o centro, em torno do qual tudo girava. É como se tudo tivesse sido criado pelo homem e para o homem; logo, teríamos que dizer juntos: glória, pois ao homem, eternamente!


O de hoje difere no fato de ressuscitar a religiosidade prosélita, que até então era transferida para a ciência. Apesar das mudanças na casca mantém ainda o mesmo princípio: o homem como o senhor. Será que já saíram da idade das trevas?


Apesar de toda esta distorção natural produzida pelo pecado, não podemos deixar de “proclamar de cima dos telhados”:


“Uma vez falou Deus, duas eu ouvi, que o poder pertence a Deus”- Salmo 62:11


“... porém Deus com a sua destra o exaltou...”- Atos 5:31


“... a Jesus Cnisto o Soberano dos reis da terra...”- Apocalipse 1:5


“... Jesus Cristo, nosso Senhor, majestade, império e soberania, antes de todas as eras, e agora, e por todos os séculos. Amém.”-Judas 25:3


“... muito acima de todo principado e potestade, e poder, e domínio, e de todo o nome que se possa referir não só no presente, mas também no vindouro. E pôs todas as coisas debaixo de seus pés...”- Efésios 1:21,22


Voltemos os nossos olhos para a Palavra a fim de vermos, se Deus quiser, o que diz o Senhor sobre quem é o homem, e qual é a sua vontade.


“Viu o Senhor que a maldade do homem se havia multiplicado na terra, e que era continuamente mau todo o desígnio do seu coração”- Gênesis 6:5


“O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem, e o homem do mal tesouro do seu coração tira o mal”- Lucas 6:45


“... todo aquele que olhar para uma mulher com intenção impura no seu coração já adulterou com ela”- Mateus 5:28


“... pois é do interior do coração do homem que procedem os maus desígnios (*), as prostituições, os furtos, os homicídios, os adultérios, a cobiça, as maldades, o dolo (*), a libertinagem, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a insensatez”- Mateus 7:21,22


“Há no coração a voz da transgressão...”- Salmo 53:1


“Tu amas antes Q mal Q g Q e o mentir do que o falar a verdade”- Salmo 52:3


“O julgamento é este que a luz veio ao mundo, mas os homens amaram trevas do que a luz, porque as suas obras eram más”- João 3:19


“ Desde a planta do pé até a cabeça não há nele coisa sã, há só feridas, contusões e chagas podres; não foram espremidas, nem atadas, nem amolecidas com óleo”- Isaias 1:6


“Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos do coração do vosso pai...”- João 8:44


“... livrando-se eles dos laços do Diabo, tendo sido feito cativos por ele, para cumprirem a sua vontade”- II Tim. 2:26


Compreendemos, pela Palavra de Deus, que os pensamentos, os desejos, a intenção ou a vontade do homem procedem do interior do seu coração, pois “se um homem olhar para uma mulher com intenção impura no seu coração, já adulterou com ela” (Mt.5:28).


Apesar da exortação divina continuam andando “na vaidade de seus próprios pensamentos obscurecidos no entendimento, alheios à vida de Deus, por causa da ignorância em que vivem, pela dureza de seus corações” (Ef. 1:17,18).


“Mas não ouviram, nem inclinaram os seus ouvidos; porém andaram em seus próprios conselhos, no propósito (vontade) de seu coração maligno”- Jr.7:24


“Porventura a fonte deita da mesma abertura água doce e água amargosa?” - Tiago. 3:11


"O que o homem tem feito no decorrer de sua nebulosa carreira é lançar “de si lama e lodo” (ls. 57:20), pois “colhem- se, porventura, uva de espinheiro ou figos de abrolhos?” (Mt.7:16).


Esse coração “desesperadamente corrupto” (Jr.17:9) produz “continuamente” pecado, estando por vezes travestido de santidade. “Tais cousas, com efeito, tem aparência de sabedoria, como culto de si mesmo, e falsa humildade, e rigor ascético: todavia não tem valor algum contra a sensualidade” (Cl. 2:23).


Tem sido um esforço inútil procurar boa vontade no homem; não se conseguirá isto, nem mesmo entrando para a legião (a da “boa” ou a estrangeira). Lembre-se que a semente que está no homem é “só má continuamente”, “desde a planta do pé até a cabeça”.... “Raça de víboras, como podeis dizer coisas boas sendo maus?...”.


Não significa isto que o homem é irrecuperável? Que a sua podridão é tamanha que Deus não teve outro modo senão aniquilá-lo por meio da morte com Cristo para fazer um novo homem? Se você tem alguma dúvida pergunte (não a si mesmo) mas à Palavra:


- Quanto da velha criação e do velho homem Deus deixou ficar?

- Quanto Ele fez novo?

- Quantos impuros (ou quanta impureza) entrarão na nova Jerusalém?

- Não é fato que se houvesse alguma coisa boa no homem Deus seria o primeiro a querer preservá-la?


Nós não temos sequer idéia do que significa ser “desesperadamente corrupto” (Jr. 17:9)!


Mas, dirão alguns, o homem não tem que querer a salvação? O Senhor Jesus na parábola da grande ceia diz:


“Certo homem deu uma grande ceia e convidou a muitos, à hora da ceia mandou o seu servo avisar aos convidados: Vinde porque tudo já está preparado... Não obstante todos a uma começaram a escusar-se... Sai depressa pelas ruas e bairros da cidade, e trazei (força-os) aqui os pobres, e aleijados, e mancos e cegos”- Lucas 14:16-22


Qual é o real estado da raça humana, diante de Deus?


Estão “mortos nos delitos e pecados” (Ef. 2:1) porque “o pecado faz separação entre vós e o vosso Deus...” (ls.59:2). Além de “mortos nos delitos e pecados”, diz a Palavra que a cada dia se corrompem, apodrecem como vai apodrecendo um cadáver com o passar dos dias, é o “...velho homem que se corrompe pelas concupiscências do engano” (Ef.4:22).


Alguns, é bem verdade, não fedem porque estão embebidos do formol da religião, mas apesar disto não deixam de estar mortos. Andam “fazendo a vontade da carne e dos pensamentos” (Ef.2:3). São “inimigos de Deus por causa das obras malignas” ( ). “Pode acaso o etíope mudar a sua pele, ou o leopardo as suas manchas? Então podereis fazer o bem, estando acostumados a fazer o mal.” (Jr.13:23).


A perversão do homem é tal que “ainda que pises o insensato com a mão de gral entre os grãos pilados, não se vai dele a sua estultícia” (Pv. 27:22). “Ainda que se mostre favor ao ímpio, nem por isso aprende a justiça; até na terra da retidão ele pratica a iniqüidade, e não atenta para a majestade do Senhor” (Isaias 26:10).


Acham que não têm do que se arrepender porque se crêem limpos: “Limpo estou, sem transgressão; puro sou, e não tenho culpa. Eis que ele acha ocasiões, e me considera como seu inimigo” (Jó 33:9,10). Defende-se o autólatra Jó dizendo ser Deus injusto, ‘crica’, e porque não dizer, pecador, pois segundo a própria Palavra não se deve entrar em contenda com aquele que não te causou nenhum mal (Prov. 3:30).


Mas os planos de Deus “não podem ser frustrados” (Jó 42:2) e chegou “o tempo determinado pelo Pai” (Gl. 4:2) em que lhe raiou no coração a alva (2 Pe. 1:19). Então descobriu ele que sua religião e seu conhecimento de Deus era “. . . só de ouvir falar, mas agora os meus olhos te vêem, por isso in abomino rn arrependo no pó e na cinza” (Jó 42:5,6). Veio a revelação da santidade de Deus e produziu nele nojo de si mesmo e não apenas remorso pelos seus pecados. “Então vos lembrareis dos vossos pecados e tereis de vós mesmos (Ez. 36:31).Saiba que, com a sua imundícia natural nunca poderá comparecer perante o Senhor. Você precisa da “lavagem da regeneração e renovação pela palavra” (Tito 3:5), do “sangue do seu filho que nos purifica de todo pecado” (1 Jo. 1:8). Sua “bondade” interesseira e hipócrita tem seguido as ordens do seu coração perverso, pois “há no coração do ímpio a voz da transgressão” (Sl. 53:1), “porque os que se inclinam para a carne cogitam das coisas da carne... porque o pendor da carne dá para a morte” (Rm. 8:5,6).


Se Deus não te arrancar de ti mesmo estás caminhando para o “lago que arde com fogo e enxofre, a saber, a segunda morte” (Ap.21:8).


“Ponha a sua boca no pó, talvez ainda haja esperança”- Lamentações 3:29


“Aborrecei o mal e amai o bem, e estabelecei na porta o juízo talvez o Senhor, o Deus dos Exércitos, se compadeça do restante de José”- Amós 5:15


“Paulo respondeu: Assim Deus permitisse, que por pouco ou por muito, não apenas tu, ó rei, porém todos os que me ouvem se tornassem tais quais eu sou, exceto nestas cadeias”- Atos 26:29


Em vista disto teu clamor deve ser:“. .. converte-me, e serei convertido; porque tu és o Senhor meu Deus. Na verdade, depois que me converti, arrependi-me; depois que fui instruído, bati no peito: fiquei envergonhado, confuso, porque levei o opróbrio da minha mocidade”- Jeremias 31:18,19


Lembra-te que a cura é para os enfermos, a misericórdia é para os miseráveis e por mais que se esforce não conseguirá se tornar limpo diante de Deus, pois “quem do imundo tirará o puro? Ninguém!. “Não te admires de eu te dizer: Necessário vos é nascer de novo!” (João 3:7).