sexta-feira, 21 de junho de 2013

O SEU ALIMENTO VEM DE DEUS?

“O pão-nosso de cada dia nos dá hoje”  - Mateus 6:11

Quando vamos pregar, quando vamos falar com alguém por norma pedimos que Deus nos dê as palavras certas, a mensagem certa, a unção do Espírito entre muitas outras coisas significativas. É comum a pessoa querer depender duma certa provisão para empreender aquilo que achamos ser importante.
O mais estranho no meio disto tudo, é que as pessoas dependam de pedir a Deus que se lhes dê o alimento para os outros e quando lhes toca a si, quando o alimento lhes diz respeito, raramente inquirem de Deus o que devem comer, se é comida dada por Deus e se esta é ungida ou não, se vem na hora certa e se o momento é oportuno. Me parece que existem dois pesos (ou mais) e duas medidas para situações iguais que se aplicam a pessoas diferentes.
A melhor comida que se pode oferecer a alguém, será a que Deus em pessoa nos deu a nós para dela nos nutrirmos, corrigirmos e da mesma dispor armazenando em nosso coração – ela tem de estar sempre quente em nós mesmos. Nunca mantém comida feita aquecida e sempre quentinha para servir à hora das refeições? Se faz isso com a comida que nutre seu corpo, porque se recusa a fazer o mesmo com a comida que nutre todo o seu ser de uma vez por todas?