sexta-feira, 27 de junho de 2014

A Bênção da Humildade


A revista alemã "Focus" publicou uma reportagem sobre o tema "Eu, eu, eu". Ela tratava do culto ao eu – que aumenta cada vez mais em meio à nossa população – no qual cada um se considera cada vez mais importante. Cresce a sociedade que quer levar vantagem em tudo, que não recua diante de nenhum meio para alcançar seus objetivos. É indiferente se outros têm de sofrer com isso – o que importa é que se consiga o primeiro lugar. Um dos lemas em curso entre a juventude é: "Eu sou mais eu".
Também esta é mais uma prova de que a Palavra de Deus é confiável, pois ela diz o seguinte acerca dos "últimos dias": "E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor se esfriará de quase todos" (Mt 24.12). Quem não cuida e não vigia, torna-se cada vez mais egoísta e nem o nota, mesmo sendo cristão. O egocentrismo, o culto ao eu se infiltra onde a Palavra de Deus é deixada de lado – e com isso é deixado de lado o relacionamento íntimo com Jesus Cristo. David H. Stern traduz essa passagem muito acertadamente da seguinte maneira: "O amor de muitas pessoas esfriará porque a Torá se afasta cada vez mais delas" (Novo Testamento judaico). Não se convive mais com a Sagrada Escritura. Mas é só através do contato com a Palavra de Deus, através do amor do Espírito Santo e da comunhão com Jesus Cristo que adquirimos a capacidade de sermos humildes.
Satanás abandonou a Palavra de Deus por seu orgulho sem limites – e caiu. Igualmente cristãos que não mais são dirigidos pela Palavra de Deus e pelo Seu Espírito Santo se tornam vítimas do orgulho. Tornam-se ambiciosos e se acham cada vez mais importantes – e a causa de Jesus é empurrada para segundo plano.

terça-feira, 10 de junho de 2014

Aspectos Importantes para o Avivamento e Edificação.

Aspectos Importantes para o Avivamento e Edificação.

Não podemos imaginar um genuíno avivamento, que não passe especificamente por três importantes aspectos da vida cristã que é a oração, santidade e o arrependimento.

Oração - Não podemos pensar em edificação, avivamento, sem que isso seja resultado de oração. Se não buscarmos oração não teremos avivamento, se não buscarmos oração não termos edificação. Somente através da oração seremos inabaláveis na fé.

Santidade - Criando raízes em Jesus, viveremos em santidade. Isso é viver separado para Deus, é permanecer num estado de consagração. Aos olhos do mundo tudo é normal e comum, mas na igreja não, ela deve ser a coluna da moralidade. Depois que o diabo inventou o "nada que ver", tudo pode, tudo convém, nada incomoda. Todavia não é para medir santidade através do tamanho das roupas, dos cabelos, ou coisa parecida, mas pela conduta e ética cristã.