segunda-feira, 23 de novembro de 2009

CHAMADO PARA SER SANTO

"Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus , porque para ele são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente" 1 Coríntios 2:14.

Pr. Davi Ferraz de Almeida


Tenho como objetivo restituir a idéia e o chamado de santidade na mente de cada jovem, adolescente, homem e mulher.
Santidade hoje em dia é algo considerado antigo, ultrapassado, descartável. Isto porque esta foi associada a ser cafona, brega, chato, não viver a vida, não poder desfrutar do que é "bom", e viver preso no "mundo do não", trazendo um sentimento sombrio, negativo e extremamente cansativo.

Em primeiro lugar, moda, estilos, gírias, linguagens podem sim ser ultrapassadas, porém, ser santo não é algo carnal e almático e sim totalmente espiritual: "Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque para ele são loucuras; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente".I Coríntios 2:14. Um chamado onde sua definição não é estabelecida a cada década e sim é respeitada, observada e vivida à luz da palavra.

Em segundo lugar, os "inimigos" da santidade reposicionaram na mente humana a idéia de santidade como se fosse uma pessoa velha, séria, de preferência de óculos, sem um único sorriso ou brilho no olhar. Todavia, a santidade não está associada à aparência morta, até porque a palavra de Deus diz que o coração alegre aformoseia o rosto. E se santidade é um chamado, entendemos que quando o cumprimos em um propósito, tornamo-nos jovens satisfeitos e os mais felizes da face da terra.

Quando buscamos a palavra Moralidade Cristã no dicionário, um dos significados diz: 'conjunto de reflexões concordes com os princípios da religião cristã.' Ter princípios é algo em que se escuta nos dias de hoje, as pessoas comentam que antigamente havia mais moral. Perdeu-se o respeito ao próximo, e isso tem feito com que a cada dia, vê pelas ruas atitudes que desrespeitam toda a Moralidade Cristã. A ação exercida fere a moral pública, ética e isso mostra que as pessoas a cada dia mais, estão entregues nas garras do diabo. Pelas coisas erradas faz-se de tudo em 'plena luz do dia', porém quando devemos mostrar a moral Cristã e defender os princípios criados por Deus, nos ocultamos para não ferir a moral dos outros. Deus criou o homem e a mulher, e ponto. Criou o casamento, a união, do homem com a mulher, e hoje, inverteram esses valores, e pessoas de grande influência pessoal, apóiam essas idéias satânicas. Vamos levar a moral Cristã, e mostrar que tudo o que Jesus nos ensinou, tem e sempre terá valores. Os princípios criados por Deus, jamais serão alterados. Vamos deixar a Luz do Senhor brilhar através de nós.

Aparência sem um coração santo gera hipocrisia, assim como um coração renovado sem mudanças interiores gera um emocionalismo. Porém, santidade gera equilíbrio!
E em último lugar, santidade gera prazer, porque você sai do mundo do não (não pode isso, não pode aquilo) e entra no mundo do sim, sim de Deus, onde se gera: liberdade, plenitude, cura, libertação, salvação, alegria e uma pureza irresistível. Esse é o padrão de ser feliz onde você se encaixa!
Deus quer reposicionar essa "velha idéia" em seu coração, te tirar do natural do homem e te levar ao sobrenatural de Deus!
Vista essa camisa! Deus trará uma revolução de santidade através de você!

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Acordem seus acomodados!!!

Acomodação; dicionário Aurélio

A)Ato ou efeito de acomodar(-se); arranjo, arrumação, acomodamento
B)Tendência a conformar-se com qualquer situação; conformismo
C)Adaptação, conformação, adequação


“Minha vida esta boa assim, porque mudar???” “Não vou me preocupar com nada...”
“outro dia eu vou à igreja”.
“Outro dia eu vou na reunião de oração”... Outro dia eu...

Quem nunca ouviu alguém dizer coisas assim?

Quanta gente anda por aí sem rumo, sem posição, querendo “deixar a vida levar” pra onde ela quiser... É incrível mais existem pessoas que andam por aí esparramadas no sofá esperando que as bênçãos caiam de pára-quedas do céu !!!

Tem gente que deixa de ir à igreja quando chove, devem ser de açúcar! Tem gente que deixa de sair de casa porque está frio...

Quero falar sobre as pessoas que não lutam porque se acomodaram, essas pessoas não tem desejo de crescer, não se preocupam em lutar pelos seus direitos, elas não querem se “incomodar”, ou melhor, preferem “evitar a fadiga...”. Já ouviram isso? Vou dizer algumas coisas que acontecem com as pessoas acomodadas:

1)Pessoas acomodadas perdem tempo. Elas perdem tempo porque poderiam ter recebido bênçãos e há muito tempo...

2) Pessoas acomodadas tem tendência a se desviar, porque muitas vezes são atingidas pelo desânimo já que não vêem nada acontecer como conseqüência da acomodação.

3) Pessoas acomodadas não fazem as coisas acontecerem, não correm atrás dos seus ideais.

4) Pessoas acomodadas só pensam no seu bem-estar.

5)Provavelmente uma pessoa acomodada perde a esperança e desfalece na fé.

6)Pessoas acomodadas não buscam a Deus, muitas delas não oram, não jejuam, não lêem a palavra de Deus e como conseqüência deixam ser levadas pelas coisas mundanas, não se preocupam com as coisas de Deus.

7) Aquele que se acomoda não vigia, se conforma em continuar do mesmo jeito sem pensar em mudança alguma, se acostuma com a rotina do dia-a-dia, não pensa em novas oportunidades.

8) Pessoas acomodadas não são criativas, porque pegam as idéias dos outros para evitar ficar pensando. E são preguiçosas.

Como é bom descansar, sentar no sofá, ver televisão, dormir... Mais não é dormindo que recebemos as bênçãos, não é descansando, não é relaxando e se conformando, você recebe é lutando, é conquistando, perseverando, muitas vezes após um combate, muitas vezes até chorando e passando por lutas e aflições, mas Deus é por nós, Ele nunca nos deixa, Ele não nos desampara jamais.

Deus não quer que você se acomode, Ele quer que você lute, persevere, busque. Eu vou dizer a você que o caminho mais fácil é se acomodar, com certeza, assim você relaxa, porém, não é o melhor caminho. Aqueles que se acomodam conforma-se com pouco, qualquer coisa para eles esta bom, não importa nada mais a não ser se instalar, se acomodar e se adequar ao melhor modo, deixar as coisas “rolarem naturalmente”.
No livro de Provérbios no capítulo 6:9 diz assim “O preguiçoso, até quando ficarás deitado? Quando te levantarás do teu sono”???

Você tem que ser um guerreiro tem que lutar pra conquistar aquilo que você tem direito de receber como filho de Deus. Você não pode abrir mão de lutar e ser um vencedor, você deve sair do lugar de acomodação. Deus não se agrada da acomodação, Ele quer ver o nosso esforço, Ele quer ver a nossa dedicação.

Não se conforme com isto, Deus te chamou para ser um vencedor, e do mesmo modo que Ele te chama, Ele te capacita também, por isso, não há o que temer.
Não estamos em tempo de brincar, estamos em tempo de despertamento, de vigiar porque breve Cristo vem buscar a Sua igreja e já não falta muito.

O ato de se acomodar é se conformar e se acostumar com a vida do jeito que ela esta, é se esquecer de que existe um Deus que tudo pode fazer, é se esquecer de que Deus te chamou para vencer, e não para dormir!!!

Não se esqueça de que você é filho de Deus, não se esqueça de que você esta numa guerra. Por isso, lute, persevere, busque a Deus, não cesse de louvar, não cesse de orar. O Senhor tem um plano para sua vida, Ele quer te fazer vencer, Ele quer te libertar e te salvar.

Pessoas que lutam, vence! Pessoas que perseveram, alcança a vitória! pessoas que esperam no Senhor que não desistem de suas bênçãos e de seus sonhos, são abençoadas por Deus!!! Elas conquistam, elas prosperam, elas recebem e vêem na sua vida as promessas de Deus sendo cumpridas. É por isso que você deve lutar sem desistir, sem se acomodar, pois ninguém pode tirar a sua benção, ninguém pode tirar o que Deus tem para você.

Saia dessa zona de acomodação lute, não olhe para trás, não desista agora não, seja você um vencedor, seja você um guerreiro.

Deus tem grandes planos para sua vida, acredite!!!

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

A natureza física humana de Jesus


A natureza física humana de Jesus• A Bíblia dá várias indicações de que Jesus era uma pessoa completamente humana (corpo, mente e espírito).
• No aspecto físico:
a) gestação e nascimento (Lucas 2:4-7; Gál. 4;4)
b) crescimento (Lucas 2:52)
c) ascendência humana (Mat. 1:1; Atos 13:22-23; Rom. 1:3)
d) aparência pessoal (João 4:9, 20:15)
e) limitações físicas:
 fadiga (João 4:6)
 fome (Mat. 4:2, 21:18)
 sede (João 4:7, 19:28)
 sono (Mat. 8:24)
 dor (Marcos 15:15-19)
f) nomes humanos:
 Filho do homem (Lucas 19:10)
 nazareno (Mat. 2:23)
 profeta (Mat. 21:11)
 carpinteiro (Marcos 6:3)
g) a ênfase da encarnação (João 1:14, I João 4:2-3)
h) o testemunho dos discípulos (I João 1:1)
• No aspecto psicológico
a) amor (João 13:23)
b) compaixão (Mat. 9:36, 15:32)
c) sofrimento, tristeza (Mat. 26:37; Luc. 22:44; João 11:33-35)
d) alegria (Lucas 10:21)
e) ira, indignação (Mat. 21:12-13; Marcos 3:5, 10:14)
f) surpresa e admiração (Lucas 7:9, Marcos 6:6)
g) solidão e abandono (Marcos 14:32-34, 15:34)
h) capacidade cognitiva (Lucas 2:52, Marcos 13:28, Mat. 23:37; Marcos 9:21; João 4:17-18; João 11:13-14; Marcos 13:32)
• no aspecto espiritual
a) dependência da oração (Marcos 1:35, Lucas 6:12-13)
b) jejum (Mateus 4:2)
c) tentação ((Mat. 4:1; Heb.4:15)
d) unção do Espírito (Atos 10:38)
e) participação nos cultos (Lucas 4:16)

Heresias primitivas que contestam a humanidade de Jesus
• Docetismo (dokeo = parecer): a divindade nunca poderia tornar-se realmente material, já que a matéria é inerentemente má, ao passo que Deus é puro.
• A carta de I João foi escrita basicamente para combater o docetismo (I João 1:1-2, 4:1-3)
• Apolinarismo (Apolinário, bispo sírio séc. IV): ): Jesus era humano somente fisicamente, mas sua alma era divina.

O nascimento virginal de Cristo• Doutrina muito debatida entre o final do séc. XIX e início do XX pelos fundamentalistas e modernistas.
• Fundamentalistas consideravam uma crença essencial, baseada nos poucos relatos bíblicos existentes (Mateus 1:18-25; Lucas 1:26-38; Isaías 7:14).
• Modernistas a rejeitavam, consideravam não essencial ou reinterpretavam de modo não literal com base nos seguintes argumentos:
a) o silêncio de Jesus sobre o assunto
b) o silêncio de Marcos, João e Paulo
• O duplo milagre da concepção virginal: Deus provê tanto o componente humano como a encarnação.
• A relação entre a concepção virginal e a encarnação e impecabilidade de Cristo.
• Principais significados teológicos da doutrina do nascimento virginal:
a) afirmação da natureza sobrenatural da salvação, sem qualquer intervenção humana
b) a salvação não depende de qualquer qualificação humana (a origem humilde de Maria)
c) prova da singularidade de Jesus
d) evidência do poder e soberania de Deus sobre a natureza

A impecabilidade de Cristo
• O testemunho dos apóstolos: Heb. 4:15, 7:26, 9:14; João 6:69; I Pedro 2:22; I João 3:5; II Cor. 5:21.
• O testemunho do próprio Cristo: João 8:46.
• O testemunho dos incrédulos: Mateus 27:4, 19; Lucas 23:41
• Jesus teria sido passível de pecar? Sua tentação foi genuína ou somente uma farsa? As tentações de Cristo foram reais, embora fossem insuficientes para vencê-lo. A natureza divina torna a pecabilidade impossível.

As implicações teológicas da humanidade de Cristo.• A morte expiatória de Jesus tem valor para nós pois foi um ato sacerdotal.
• Pelo fato de ter experimentado a nossa natureza Jesus intercede por nós e nos ajuda em nossa fraquezas.
• Em Cristo vemos representada a verdadeira humanidade.
• Pela dependência da graça de Deus é possível para o homem viver de acordo com o padrão divino.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Mulheres na igreja (Por Missionária Doriana)


Aí, já vou começar este post mostrando toda a minha revolta. Esta revolta não é contra os homens, seres necessários à nossa sobrevivência (alguém tem que pagar as contas, né?). Refiro-se ao machismo que impera nas igrejas evangélicas: em todas elas.

Existem alguns ministérios liderados por mulheres (não vou citar nenhum para não ser injusta com ninguém), mas vai lá e pergunta se são os homens que estão comandando as reuniões de consagração e de oração??? Nananinanão!!!! São as mulheres, de novo, as mulheres.


Aí, gente!!!! Mulher também trabalha fora, mulher é inteligente, é multitarefa (fazemos um monte de coisas ao mesmo tempo e bem feitas), mulher é nerd, mulher é mãe, administradora dos bens da casa e da economia familiar. Não tolero mais esse negocinho de “as mulheres devem orar pelo seu pastor, pela igreja, por isso e por aquilo… E QUEM É QUE TÁ ORANDO PELAS MULHERES?????

Tive que ler a seguinte frase machista, vinda, claro, de um homem, através do Twiter (não vou citar o nome para não ficar feio)”@MissDoriana o melhor instrumento da mulher é o fogão hauhauhuauauaahuaauha!!”. Infame.

Os maiores chefs (cozinheiros de renome ou não) são homens e ninguém os critica e nem faz piadinha jocosa com eles. Mas se uma mulher for tocar bateria, por exemplo (EU TOCO) tem que ficar ouvindo piadinhas de homens que não tem coragem de assumir e concordar que quando nos propomos a fazer alguma coisa, sempre obtemos sucesso.

O engraçadinho que falou que “o melhor instrumento que uma mulher toca é o fogão” se esquece que tem mulher que não sabe cozinhar, mas sabe fazer muitas outras coisas muito melhores que os homens.

A médica obstetra que fez o parto da minha filha é pastora da Igreja Batista do Calvário – Niterói. E ela tem sempre uma palavra poderosa vinda do Senhor para a igreja (formada por homens e mulheres). Aconselha casais, orienta as viúvas, ajuda a igreja a crescer. Pois é assim que deve ser. Homens e mulheres devem fazer isso em conjunto. Como companheiros e parceiros e não como competidores.
O único prêmio que vamos receber é a coroa da vida eterna.
Gente, ser homem e ajudar com as tarefas rotineiras do lar não é vergonha. Muito pelo contrário. O homem que incentiva a sua mulher a realizar outras tarefas deve se sentir orgulhoso por ter ao seu lado uma mulher de vanguarda, à frente de seu tempo, ousada e realizadora.

Como disse um outro homem através do Twiter:” vamos orar, debater e agir. É um remédio meio amargo mas que surte efeito.”

Beijos e fiquem na Paz.

Missionária Doriana
Mulher amada, cuidada e respeitada do Pastor Claybom.
Mãe da super maxi Danoninho.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009


Esqueça tudo o que você já ouviu antes…
…essa é a maior prova de amor!!!

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Um homem segundo o coração de Deus


Lemos no velho testamento, mais especificamente no livro de 1 Samuel, que Deus mandou Saul destruir o Ameleque e tudo o que ele possuía. A palavra de Deus diz que Saul desobedeceu aquilo que Deus ordenara e destruiu apenas aquilo que era vil e desprezível. Saul Poupou Agague, rei dos amalequitas e o melhor do gado, ovelhas, melhor que havia. Depois que ele poupou desobedecendo a Deus, ofereceu a Deus aquilo que sobrara…

Então ele queria cultuar a Deus com desobediência, com pecado – a bíblia diz (1Sm 15.22) “Tem porventura Deus prazer em holocaustos e sacrifícios, quanto em que se obedeça a sua palavra – obedecer é melhor do que sacrificar – rebelião é como pecado de feitiçaria – obstinação é como culto a ídolos – rejeitou a palavra, rejeitou a Ti.

Os quatro pecados de Saul foram a desobediência, revolta, teimosia, rejeição. E mesmo assim ele queria colocar-se diante de Deus; e Ele o rejeitou.

E a palavra diz , no capítulo 15 do mesmo livro,que Saul é rejeitado e no capítulo 16, Deus manda o profeta Samuel ir a casa de Jessé para ungir outro rei. E disse o Senhor (Sm 16.6): “O senhor não vê como o homem vê, o homem vê o exterior, mas Deus vê o coração”. E a bíblia diz que Jessé fez passar os 7 filhos diante de Samuel. E Deus disse: “Não é nenhum desses aí”. Samuel questiona: “Não tem mais nenhum por aí?” Jessé respondeu: “Existe o mais moço que está apascentando ovelhas”. E disse Deus a Samuel: “É esse!”. Um jovem… um adolescente!

No versículo 13 lemos que Samuel tomou o chifre do azeite e ungiu no meio dos seus irmãos e daquele dia em diante o Espírito do Senhor se apossou de Davi.

Porque Davi foi um homem segundo o coração de Deus? Quais são as características de um homem, mulher, ser humano, pessoa, jovem ou adolescente adolescente para agir segundo o coração de Deus? Marcas inconfundíveis, fundamentais?

1) Cheio do Espírito Santo. Cheio do poder – luz de Deus, unção – poder que o capacita, ilumina, consola, fortalece, instrui, faz amar a Deus acima de todas as coisas. Nós vimos que Deus ungiu Davi e a partir daí o Espírito se apossou dele. Davi não apenas possuía o Espírito, mais o Espírito possuía Davi. Havia ali unção, alegria, determinação, energia do céu de um Deus todo poderoso agindo no seu coração.

Davi foi segundo o coração de Deus por que era fiel nas pequenas coisas. Se você quer fazer grandes coisas, seja fiel nas pequenas. Se você quer ser usado com poder na frente dos outros, busque o poder quando ninguém está olhando… lá no escurinho, lá com os amigos do mundo, lá onde ninguém vê… Qual o seu testemunho? Tem gente infelizmente dando por aí um TRISTEMUNHO.

Deus nunca vai te colocar pra fazer grandes coisas se você é omisso, infiel, desobediente nas pequenas determinações e trabalhos que Deus coloca diante da sua vida.

A bíblia diz que Davi era fiel apascentando ovelhas, cuidando. E diz que Deus o ungiu com poder do alto para capacitação da obra. Ninguém pode ser segundo o coração de Deus se esse mesmo Deus não habitar em sua vida em toda a plenitude. Eu creio que uma das maiores perdas da igreja hoje é a perda da plenitude espiritual. O Espírito Santo veio para ficar pra sempre conosco e nos guiar em toda a verdade. Ele nos guia. Muitas pessoas que sentam nos bancos das igrejas hoje se guiam sozinhas.

Nós vimos que Davi foi ungido pelo poder do ES. E quando nós não somos ungidos pelo poder do ES não temos poder contra o pecado – alegria – paz – determinação – força pra agir, pregar, testemunhar, viver aquilo já determinou pra nossa vida…

A palavra de Deus diz que Davi foi ungido – é a primeira e grande perspectiva de uma vida pra ser usada pelo Senhor. Deus já conhecia a Davi – Se Davi dependesse dos outros pra ser ungido, jamais isso aconteceria!

Até o pai de Davi nunca podia imaginar que Deus iria usa-lo. Nem sequer o chamou! Samuel teve que perguntar: “Tem mais alguém?”

Pode ser você meu irmão que todo mundo já perdeu a esperança – família, amigos, igreja, presbitério, você mesmo!!

Mas Deus não perde a esperança que tem em você em nome de Jesus… por menor que seja – de fato muito simples! Deus pode fazer de você um homem, jovem ou adolescente segundo o Seu coração.

Davi era simples – tão simples que o pai nem o chamou se não fosse mandado pelo profeta. Os irmãos não o consideravam, mas Deus o considerava.

Quero falar pra você que Deus te conhece – e Deus quer ungir vc, capacitar vc com toda a plenitude do Espírito Santo! Deus sabe se você é fiel nas pequenas coisas ou não. Se você for, ele vai te dar grandes coisas.

2) Davi o adorava em espírito e em verdade; oferecia a Deus o perfeito louvor e adoração. Ele não apenas tocava, cantava, falava com a voz – ele adorava – falava com o coração.

A bíblia diz em 1 Samuel 16 “Saul era atormentado por um espírito maligno do diabo. Buscai um homem que saiba tocar harpa. Tem que ser ungido, tem que ser de Deus”. No versículo 18: “conheço um homem que sabe tocar. É forte e valente, homem de guerra, sisudo em palavras e de boa aparência; O SENHOR É COM ELE.”

Amados, Davi já estava sendo reconhecido pelo louvor e adoração que ele prestava a Deus. Pela sua vida, santidade, pureza, determinação e habilidade.

Quando Davi começava a tocar harpa havia libertação. Os espíritos se retiravam para bem longe, não agüentavam o louvor, ungido, habilidoso, santo, que partia do coração. O poder não estava na harpa, o poder estava em quem tocava a instrumento!

Davi tocava, o espírito se retirava, Saul era aliviado, Deus era louvado – segundo o coração de Deus. Davi foi um instrumento de libertação das pessoas.

Pra você ser segundo coração de Deus é a sua vida que louva a Deus. Não são os instrumentos, a voz, a coreografia, a postura, não… é a sua vida – seu coração.

A palavra diz que onde Davi adorava o nome de Deus era exaltado.

Um pastor conta que esteve pregando em Irecê na Bahia, em um ginásio repleto de gente com várias bandas. Muito barulho realmente. Passaram o violão para um servo de Deus… uma pessoa que ninguém conhecia. Começou a adorar a Deus, glorificar a Jesus – de repente mudou o clima: o povo começou a adorar a Deus! Havia uma presença do Senhor ali, no meio do povo… unção pura! Unção é poder de Deus derramado em nossas vidas que nos capacita a sermos segundo o seu coração. O primeiro conjunto apresentou: foi um show! Havia habilidade; mas não havia sensibilidade e unção. Precisamos no louvor de unção! Poder de libertar o povo.

O homem segundo o coração de Deus quando louva, louva com a vida, santidade. Não só aqui na frente, mas aí no banco também. Quando você louva, canta, toca, você realmente faz de coração?

A vida de Davi fazia diferença

Eu espero que vc saia daqui hoje abençoado, em nome de Jesus…

O Significado da Mordomia Cristã.

“Respondeu o Senhor: Qual é, pois, o mordomo fiel e prudente, que o Senhor porá sobre os seus servos, para lhes dar a tempo a ração? Bem-aventurado aquele servo a quem o seu senhor, quando vier, achar fazendo assim. Em verdade vos digo que o porá sobre todos os seus bens. Mas, se aquele servo disser em teu coração: O meu senhor tarda em vir; e começar a espancar os criados e as criadas, e a comer, a beber e a embriagar-se, virá o senhor desse servo num dia em que não o espera, e numa hora de que não sabe, e cortá-lo-á pelo meio, e lhe dará a sua parte com os infiéis. O servo que soube a vontade do seu senhor, e não se aprontou, nem fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos açoites; mas o que não a soube, e fez coisas que mereciam castigo, com poucos açoites será castigado. Daquele a quem muito é dado, muito se lhe requererá; e a quem muito é confiado, mais ainda se lhe pedirá”.

Lucas 12:42-48

Mordomia é um assunto importante e proeminente em toda a Bíblia. Seus elementos básicos estão evidentes na parábola de Jesus sobre os mordomos fiéis e infiéis (Lucas 12:42-48). Mordomia é para a mensagem bíblica o que o fermento é para, o pão. Ela produz ação e crescimento.

Mordomia envolve um relacionamento servo/senhor. Neste relacionamento, aos mordomos (servos) é dada a responsabilidade de cuidar outras pessoas e dos bens do dono (senhor). Os mordomos são responsáveis pela sua conduta pessoal perante o seu senhor em cada aspecto do seu relacionamento.

I. NÓS SOMOS MORDOMOS DA VIDA

Os mordomos são responsáveis pela maneira como se conduzem em relação às coisas e às pessoas. Em Lucas 12:45- 46 o mordomo que abusa da alimentação e da bebida e de sua autoridade sobre outras pessoas é punido pelo seu senhor. Semelhantemente, em Tito 1 :7-9, o líder da igreja, como o “mordomo de Deus,” não deve ser soberbo, irascível, dado ao vinho, espancador, cobiçoso de torpe ganância.

A vida toda é dada ao povo por Deus em confiança. Como mordomos, todas as pessoas são responsáveis diante de Deus pela maneira que vivem suas vidas.

Como usamos o nosso tempo ou dele abusamos, como usamos nossas influências, nossas habilidades, nossas vantagens ou nossa autoridade, tudo isso tem a ver com a mordomia.

II. NÓS SOMOS MORDOMOS UNS DOS OUTROS

Em Lucas 12:42 e seguintes, vemos que o mordomo deve supervisionar e cuidar dos outros. Ele deve usar os bens do seu senhor para atender às necessidades dos membros da casa do seu senhor. Isto implica em que, sob o soberano senhorio de Deus, nós devemos usar as coisas de Deus para atender às necessidades dos servos de Deus. O mandamento específico, “dar a tempo a ração”, sugere que as necessidades físicas básicas dos servos do Senhor interessem ao Senhor. Semelhantemente, nós devemos atender às necessidades dos pobres, dos famintos e doentes deste mundo.

Gálatas 4: 1- 2 nos apresenta um retrato dos fariseus que Deus, através de Jesus Cristo, tem redimido da escravidão do legalismo e tem adotado como filhos. Paulo nos mostra o papel do mordomo como tutor de crianças. Aqui o mordomo tem a responsabilidade de criar a criança e administrar os seus bens até que ela alcance a maioridade.

Ser protetor dos filhos de Deus é uma grande tarefa da mordomia do crente e da igreja. Sob a soberania de Deus, dentro da comunhão da igreja, nós somos responsáveis diante de cada outra pessoa. Somos responsáveis por estimular uns aos outros “ao amor e às boas obras” (Heb. 10:24).

Somos responsáveis por desafiar os crentes para crescerem espiritualmente (Ef. 4:11-16). Os crentes devem crescer no espírito e os líderes da igreja devem ajudá-los nesse propósito. Encorajar o crescimento espiritual, incluindo educação em mordomia cristã, é responsabilidade de cada igreja.

III. NÓS SOMOS MORDOMOS DO EVANGELHO

Na maioria das vezes, Paulo usava as palavras mordomo (oikonomos) e mordomia (oikonomia) em relação ao Evangelho. Ele escreveu, por exemplo: “que os homens nos considerem, pois, como ministros de Cristo, e despenseiros dos mistérios de Deus. Ora, além disso, o que se requer nos despenseiros é que cada um seja encontrado fiel” (I Cor. 4:1, 2). Mantendo o sentido básico de mordomo como administrador e despenseiro dos bens uns dos outros, Paulo está dizendo que ele e os outros ministros são administradores e proclamadores da mensagem dos atos redentores de Deus, que Deus mesmo lhes havia confiado.

Assim, como mordomos de Deus, nós devemos ser administradores responsáveis, proclamadores fiéis e testemunhas conscientes da verdade que Ele a nós tem confiado.

Paulo usa o termo oikonomia (mordomia) três vezes para indicar seu comissionamento como proclamador do Evangelho. Em I Cor. 9:17, referendo-se à sua responsabilidade em pregar o Evangelho, ele escreveu: “estou apenas incumbido de uma mordomia”. Assim, ele foi escolhido para a tarefa que lhe foi confiada, de pregar a mensagem. Nos versículos anteriores, Paulo defende o direito dos ministros, de serem sustentados por aqueles que se beneficiaram do seu ministério. Mas, recebendo ou não o seu sustento, ele deve pregar o Evangelho como mordomo de Deus.

A responsabilidade em pregar o Evangelho é dada por Deus e o mordomo é responsável diante de Deus em cumpri-la.

Em Efésios 3:2 e Colosênsses 1 :25, Paulo escreve palavras semelhantes. Fazendo o Evangelho conhecido dos gentios para que eles pudessem tornar-se “co-herdeiros e membros do mesmo corpo e co-participantes da promessa em Cristo” (Ef. 3:6) era a responsabilidade dada a ele como mordomo. Esta mordomia do Evangelho era, ao mesmo tempo, um dom da graça de Deus e uma obrigação que ele não buscara, mas que lhe fora imposta.

IV. NÓS SOMOS MORDOMOS DOS DONS ESPIRITUAIS

Pedro usava oikonomos, aplicando esse termo a todos os crentes como “fiéis despenseiros dos variadíssimos gêneros da graça de Deus” (Phillips), ou “bons despenseiros da multiforme graça de Deus” (I Ped. 4:10). A passagem aparentemente se refere aos dons espirituais. A linguagem aqui é semelhante àquela usada em Romanos 12:6-8; I Cor. 12 e 14; e Efésios 4:7- 16, onde Paulo fala dos dons espirituais. Não existe, portanto, dicotomia (diferença) entre o espiritual e o material.

Coisas materiais são usadas no exercício dos dons espirituais; dons espirituais dão direção no uso de coisas materiais.

Todos têm livre e abundantemente recebido dons da graça de Deus (sejam dons da criação, dons naturais, ou dons da redenção, dons espirituais) e todos devem usar fielmente desses dons em acordo com a intenção do Doador: servir aos outros e glorificar a Deus (I Ped. 4:7-11).

V. NÓS SOMOS MORDOMOS DAS COISAS MATERIAIS

Em Lucas 12:42-48 o Senhor põe tudo o que ele tem nas mãos do seu mordomo e manda que ele dê aos da sua casa “a tempo a ração”. A razão de

dar ao mordomo a responsabilidade pelas coisas materiais é dar ao mordomo condições de atender às necessidades dos membros da casa do senhor de acordo com a intenção e propósito do dono.

Assim, nós também devemos contribuir para atender às necessidades humanas e cumprir os propósitos de Deus neste mundo.

Dar em acordo com a intenção e propósito de Deus está no coração da responsabilidade do mordomo. Deus é o doador, bom provedor, misericordioso, generoso. Os mordomos de Deus devem seguir o exemplo do Senhor e dar generosamente também.

O mordomo cristão, portanto, procurará conscientemente respostas a estas indagações: quanto é que devo gastar em alimentação, roupa, casa, lazer, educação, etc. Quanto é que devo poupar para emergências, compras futuras, aposentadoria? E quanto é que devo dar através da minha igreja?

Somos responsáveis diante de Deus pela maneira como usamos as coisas dele. O mordomo da parábola em estudo é responsável diante do mestre pela maneira como usa os recursos do mestre. Se o mestre voltar e o achar fiel, confiará mais a ele. Se o mordomo for achado infiel, será severamente punido.

O mesmo princípio é encontrado em outras parábolas do nosso Senhor, como na parábola dos talentos (Mat. 25:24-30) e a dos dez servos (Lucas 19:11-30).

CONCLUSÃO

Somos mordomos de Deus, não porque escolhemos sê-lo, mas porque Deus nos fez mordomos quando nos resgatou por sua graça. Deus é Criador de tudo e nos tem dado essa responsabilidade. Somos responsáveis diante dele por tudo o que ele tem colocado em nossas mãos. Nossa conduta deve refletir nosso compromisso com a mordomia fiel.

Cristo é o Senhor! De fato, Ele é o Senhor. Não fomos nós que o fizemos Senhor. Podemos aceitar ou rejeitar o seu senhorio. Mas “Deus o fez Senhor e Cristo” (Atos 2:36).

A parábola de Jesus (Lucas 12:42) nos adverte que devemos reconhecer a Deus como criador e Cristo como Senhor. Ele nos chama para um compromisso como seus fiéis mordomos.

Talmage Williams
Convenção Batista do Estado de Carolina do Norte

Por que ler a Bíblia???


“Assim também ocorre com a palavra que sai da minha boca: ela não voltará para mim vazia,
mas fará o que desejo e atingirá o propósito para a qual a enviei.”
Isaias 55:11

Há muito tempo vivia um homem de Deus muito sábio. Um dia, foi visita-lo um jovem rapaz que tinha algo apertando seu coração.
- Eu leio tanto a Bíblia Sagrada – disse ele – Eu gostaria de lembrar e a guardar em mim tudo o que leio. Mas eu não consigo. A maioria dos textos eu esqueço imediatamente.Então, pra que ler?
O velho homem o ouviu atentamente. Então, disse-lhe:

- Pegue este cesto de vime e busque água no poço que está atrás da casa.

O rapaz se perguntou se realmente o velho homem tinha entendido a sua pergunta. Meio a contra-gosto ele pegou aquele cesto todo sujo e foi até o poço. Quando ele regressou, a água que tinha apanhado no poço já tinha escorrido toda pelas frestas do vime.

- Vá mais uma vez. – Disse o velho homem e o jovem obedecendo, voltou ao poço.

E assim, uma terceira e uma quarta vez..até a nona vez!

Ele está testando minha obediência” pensou o jovem rapaz “e com certeza depois vai responder minha pergunta.

Sempre de novo ele colocava água no cesto e sempre de novo a água vazava e escorria pelo chão.

Finalmente disse o velho homem:

- Olhe agora para o cesto de vime. Ele está totalmente limpo! Assim acontece com você quando você lê e medita nas palavras do Livro Sagrado.Você não pode reter tudo, elas parecem que atravessam você e você acha que todo teu esforço é em vão. Mas, sem que você perceba, estas palavras formam e clareiam teus pensamentos. E juntamente com isto, todo teu interior vai sendo limpo.

A Bíblia não é um livro de homens para homens, mas é a mensagem de Deus para a humanidade. É certo que Deus usou pessoas para escreve-la. Mas Ele mesmo é o Autor, por isto a Bíblia é completamente confiável e verdadeira.

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra !” II Timóteo 3:16-17

A Bíblia nos mostra qual a intenção de Deus, a situação do homem, o caminho para a salvação, o destino do pecador que não se arrepende e as bênçãos para os crentes em Jesus. Seus ensinos são santos, seus preceitos para serem cumpridos, suas narrativas e histórias verdadeiras e suas decisões inalteráveis. Leia a Bíblia para compreende-la e a pratique em sua vida, para ser santificado.

* Ela te dá luz para te dirigir, alimento para te sustentar e refrigério para você ter alegria.
* Ela é o mapa do viajante, bússola do piloto, a espada do guerreiro de fé e o padrão de vida para o cristão!
* Nela vemos um paraíso sendo restaurado, o céu sendo aberto e os portões do inferno sendo fechados.
* JESUS CRISTO é o tema central, nossa salvação é sua motivação e a glorificação de Deus o seu objetivo.
* Ela deve encher nossos pensamentos, dirigir nosso coração e conduzir os nossos passos.
* Leia-a devagar, continuamente e em oração. Ela é a fonte de riquezas e um rio de alegria.
* Ela foi te dada para a vida, ela recompensará todo esforço para vive-la e condenará todo aquele que desprezar o seu conteúdo.
* E para te ajudar a ler, utilize um plano anual de leitura.

Deus te abençoe e fale ao teu coração através de Sua Palavra!