sábado, 19 de setembro de 2015

O biscoito do arrependimento

Conta-se de um evangelista que se deparou com um sujeito que veementemente negava ser um pecador.
Ele escapulia de todas as tentativas do homem de Deus de convencê-lo de seus erros:
– Eu sou um bom pai, um bom marido, um bom vizinho, um bom cidadão. Sou honesto e trabalhador. Cumpro minhas obrigações. Não tenho do que me arrepender!
Em dado momento da conversa, o Espírito Santo sussurrou no ouvido do evangelista: ” – Pergunte para ele sobre o biscoito”. Assustado, em pensamento, o crente questionou o Espírito Santo: ” – Biscoito? Que é isso meu Senhor?” E a voz do Espírito repetiu-se: ” – Obedeça-me. Pergunte-lhe sobre o biscoito”.