terça-feira, 17 de novembro de 2009

Mulheres na igreja (Por Missionária Doriana)


Aí, já vou começar este post mostrando toda a minha revolta. Esta revolta não é contra os homens, seres necessários à nossa sobrevivência (alguém tem que pagar as contas, né?). Refiro-se ao machismo que impera nas igrejas evangélicas: em todas elas.

Existem alguns ministérios liderados por mulheres (não vou citar nenhum para não ser injusta com ninguém), mas vai lá e pergunta se são os homens que estão comandando as reuniões de consagração e de oração??? Nananinanão!!!! São as mulheres, de novo, as mulheres.


Aí, gente!!!! Mulher também trabalha fora, mulher é inteligente, é multitarefa (fazemos um monte de coisas ao mesmo tempo e bem feitas), mulher é nerd, mulher é mãe, administradora dos bens da casa e da economia familiar. Não tolero mais esse negocinho de “as mulheres devem orar pelo seu pastor, pela igreja, por isso e por aquilo… E QUEM É QUE TÁ ORANDO PELAS MULHERES?????

Tive que ler a seguinte frase machista, vinda, claro, de um homem, através do Twiter (não vou citar o nome para não ficar feio)”@MissDoriana o melhor instrumento da mulher é o fogão hauhauhuauauaahuaauha!!”. Infame.

Os maiores chefs (cozinheiros de renome ou não) são homens e ninguém os critica e nem faz piadinha jocosa com eles. Mas se uma mulher for tocar bateria, por exemplo (EU TOCO) tem que ficar ouvindo piadinhas de homens que não tem coragem de assumir e concordar que quando nos propomos a fazer alguma coisa, sempre obtemos sucesso.

O engraçadinho que falou que “o melhor instrumento que uma mulher toca é o fogão” se esquece que tem mulher que não sabe cozinhar, mas sabe fazer muitas outras coisas muito melhores que os homens.

A médica obstetra que fez o parto da minha filha é pastora da Igreja Batista do Calvário – Niterói. E ela tem sempre uma palavra poderosa vinda do Senhor para a igreja (formada por homens e mulheres). Aconselha casais, orienta as viúvas, ajuda a igreja a crescer. Pois é assim que deve ser. Homens e mulheres devem fazer isso em conjunto. Como companheiros e parceiros e não como competidores.
O único prêmio que vamos receber é a coroa da vida eterna.
Gente, ser homem e ajudar com as tarefas rotineiras do lar não é vergonha. Muito pelo contrário. O homem que incentiva a sua mulher a realizar outras tarefas deve se sentir orgulhoso por ter ao seu lado uma mulher de vanguarda, à frente de seu tempo, ousada e realizadora.

Como disse um outro homem através do Twiter:” vamos orar, debater e agir. É um remédio meio amargo mas que surte efeito.”

Beijos e fiquem na Paz.

Missionária Doriana
Mulher amada, cuidada e respeitada do Pastor Claybom.
Mãe da super maxi Danoninho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário