sexta-feira, 27 de março de 2015

Que estilo de vida você está vivendo?

"Entrai pela porta estreita, pois larga é a porta e espaçoso, o caminho que conduz para a perdição e, são muitos os que entram por ela. Porque estreita é a porta e apertado o caminho que conduz para a vida e, são poucos os que acertam com ela". Mateus 7:13-14

Nestes versículos já estamos no final do Sermão da Montanha. É o sermão que Jesus mais pregou e, com certeza o mais difícil de entender e respeitar. Quando o lemos em sua totalidade, pensamos como é difícil seguí-lo à risca. Lendo os versículos 13 e 14, percebemos que se fala em dois caminhos, mas não é uma rua, uma avenida, ou um caminho a se seguir, no sentido único da palavra, mas um estilo de vida para optar seguir.

O sermão da montanha mexe muito com a gente, porque fala de relacionamento. Fala do relacionamento homem com Deus e do homem com o próprio homem.
Esse texto é apresentado para um contexto social daquela época, mas serve como normativa para os dias de hoje, dias de egocentrismo, individualismo e, sobretudo uma época imediatista. Fala de um estilo de vida que temos aqui na terra, como vivemos. Deus não se importa como você viveu até hoje e, também não te obriga a andar em um ou outro caminho, mas te dá dica: "entrar pela porta estreita".


Viver uma vida em Deus, andar pelos caminhos corretos, negar as nossas próprias vontades e fazer a de Deus, somente capacitado pelo Espírito Santo e, Ele quer nos integrar na família de Deus.
Quantos de nós não pensávamos em visitar uma igreja depois de uma certa idade ou depois de ter aproveitado tudo? Porque lá no íntimo sabemos que coisas em nossas vidas têm que mudar, sabemos que fazemos coisas erradas, mas que são prazerosas para a nossa carne mundana.

O ser humano no seu modo natural de viver, não está capacitado para viver uma vida cristã e Paulo já falava que o homem não entende as coisas de Deus. Talvez as pessoas não entendam como você canta e, mesmo passando por lutas agradece a Deus. Muitos podem não entender que mesmo em circunstâncias ruins, você não emudece, não murmura, mas luta. Mas nós entendemos que a paz de Deus excede todo o entendimento, nos desafiamos a cantar em meio à tribulação.
Temos muitos exemplos de homens e mulheres que se alegraram na presença de Deus enquanto passavam por lutas. Jó foi um homem temente a Deus e, o próprio Deus foi testemunho de sua boa conduta. Talvez alguém possa falar bem de você, se seu jeito, de sua educação, mas imaginem o próprio Deus falando de você!

Ana também foi exemplo de fé e manteve-se firme em seu propósito de amar a Deus acima de todas as coisas, mesmo carregando uma maldição. Naquela época, ser estéril era considerado algo vergonhoso e, ao se casar e descobrir a esterilidade, o homem tinha o direito de anular o casamento.
Paulo que escreveu toda a doutrina bíblica, que fez questão de dizer que foi chamado por Deus para ser apóstolo, sofreu também e não negou o nome do Senhor. Enfim, poderíamos citar mais um monte de outros nomes de homens e mulheres da bíblia ou não, que optaram em mudar seu estilo de vida para andar lado a lado com Deus e, se você olhar para o seu lado, pode descobrir um.
Vamos tratar esses dois caminhos como dois estilos de vida a se escolher. Tem coisas que caracterizam esses dois estilos:

Porta larga - Estilo fácil, não exige nenhum critério, fácil para o pecado.
Todos estamos acostumados a viver sem critérios, pois é mais fácil e prazeroso. É mais fácil ao invés de pagar os documentos do carro, dar uma "cervejinha" para o guarda é mais rentável inventar despesas no momento de fazer o nosso Imposto de Renda, é prazeroso ser infiel ou fazer aquele "gato" na luz, é bom enganar o patrão, principalmente quando ele não é bom conosco.
O pecado veio para distorcer a imagem pura do homem e, Jonas diz que quem é de Deus não vive na prática do pecado. Todavia, quem falar que não é pecador, é mentiroso, pois é a nossa natureza.
Não estou falando para não-crentes, mas para todos. Portanto, cada um tire suas próprias conclusões, através de sua autoavaliação.

Existem pessoas vivendo como se Deus não existisse, mas "sorria, você está sendo filmado" sempre. Outras preferem negociar a sua salvação fazendo caridade, ajudando pessoas, como se não fosse ela própria a que mais precisa de ajuda, pois vive no engano. Não é a caridade ou simpatia que nos salvará, mas o reconhecimento do pecado e o arrependimento que te levará ao caminho da salvação. O pecado corrói, destrói, aniquila o homem, pois o diabo veio para roubar, matar e destruir. Psicólogos e psiquiatras não podem preencher o vazio do coração do homem, pois é do tamanho de Deus.


Não se envergonhe se estiver sendo confrontado com uma realidade muito diferente do que Deus te pede, mas deixe arder dentro de você a vontade de mudar, de tentar o outro caminho.
Deus quer te levar muito além de prazeres fúteis, pois a vida é fugaz. Ele quer te lavar, te receber de braços abertos e te dizer: "Filho, sempre te amei, deixa eu cuidar de você".

Nenhum comentário:

Postar um comentário